Nokia Mobile registra bom crescimento na venda de smartphones ao redor do mundo

Um relatório do primeiro trimestre de 2022 da Strategy Analytics mostra um crescimento considerável na venda dos smartphones Nokia na Europa Ocidental e na América do Norte. O relatório ainda afirma que o crescimento anual da Nokia Mobile na América do Norte foi de 87% e na Europa Ocidental o crescimento anual chegou a 31%.

Entretanto, as remessas de smartphones chegaram a cair cerca de 3% se comparado com o primeiro trimestre do ano passado. Felizmente as finanças não foram afetadas e aumentaram mais no primeiro trimestre deste ano.

Já a região da Ásia-Pacifico não tem sido favorável para a Nokia Mobile devido a forte concorrência de outras grandes marcas nesta mesma região. O abandono ao mercado russo em meio à guerra na Ucrânia também teve impacto em suas vendas de aparelhos no primeiro trimestre de 2022.

Os volumes de smartphones HMD (Nokia) caíram -3% A/A no primeiro trimestre de 2022, mas o financeiro manteve a trajetória ascendente em relação aos trimestres anteriores.

Regionalmente, a HMD (Nokia) registrou um crescimento sólido na América do Norte  (+87% A/A) e  Europa Ocidental  (+31% A/A), mas a empresa está perdendo participação na Ásia-Pacífico, lutando para converter sua base de telefones comuns para usuários de smartphones no região. A empresa também deixou o mercado russo, devido ao conflito na Ucrânia, que contribuiu adicionalmente para os menores volumes no trimestre.

A série Nokia C contribuiu com quase metade dos volumes de smartphones no primeiro trimestre de 2022, seguida pela série Nokia G e pela série Nokia X. Todas as outras séries foram completamente eliminadas do mercado neste trimestre.

De acordo com o SA Lens, a HMD (Nokia) obteve 3,1 (de 5) no primeiro trimestre de 2022, o que avalia a empresa como fornecedora de bom valor com foco em durabilidade, longevidade e atualizações regulares do Android, mas com espaço para melhorar em outras áreas, como liderança de produto e tecnologia.

O Nokia T20 foi o primeiro tablet Android da Nokia no Brasil

Também vale ressaltar que a Nokia obteve boas vendas no mercado brasileiro segundo o site Statcounter após anos de quedas e alcançou cerca de 0,09% de participação no mercado brasileiro entre o 3º e 4º trimestre de 2021, ultrapassando marcas como Alcatel, OnePlus, Sony, Blu, Oppo e chegando perto da Lenovo que possui cerca de 0,2% de participação e a Huawei com 0,32% de participação até o 3º e 4º trimestre do ano passado.

Sobre Eliel Santana